Menu

Você sabe a importância da vacina contra a gripe nesse momento?

27/03/20

Campanha de antecipação da vacinação contra a gripe

A aproximação do inverno exige atenção especial das autoridades sanitárias em relação a uma doença muitas vezes subestimada pela população em geral: a gripe.

Apesar de parecer simples, a doença, em suas mais diversas variações de vírus, pode trazer complicações e levar a óbito, daí a importância de se prevenir, principalmente por meio da vacinação.

Iniciamos o ano de 2020 com a epidemia de um novo vírus, conhecido na comunidade científica como Coronavírus, que é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O vírus passou por uma mutação (transformação) e em 31/12/2019, o novo agente surgiu com rápida propagação após casos registrados na China, provocando a doença chamada de Coronavírus (COVID-19).  As infecções causadas pelo COVID-19 podem surgir desde sintomas leves, como tosse, coriza, até evoluir para um quadro de agravamento, causando Síndrome Respiratória Aguda, com fácil evolução para o óbito.

A contaminação por COVID-19 se espalhou mundialmente, o que levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a classificar o surto como pandemia, uma vez que praticamente todos os países do mundo possuem pelo menos um caso da doença.

Há pessoas contaminadas que são assintomáticas, ou seja, nem percebem que estão doentes. Outras, com sintomas leves, levam em média o mesmo tempo de uma gripe comum para se recuperar.

Na primeira semana do mês de março deste ano, um surto de H1N1, em uma unidade assistencial do município goiano de Trindade, chamou a atenção das autoridades sanitárias e levou o Ministério da Saúde a antecipar, excepcionalmente, a vacinação no estado, que começou a se mobilizar no dia 13 de março, dez dias antes do início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe.

A antecipação da campanha no estado de Goiás gerou questionamentos sobre a necessidade de antecipar também em todo o país, tendo em vista que houve aumento do número de casos da doença e de óbitos por complicações advindas da gripe em mais estados.

Além disso, uma vez que os sintomas iniciais de pacientes com COVID-19 apresentem quadro semelhante ao da gripe, o que poderia confundir o diagnóstico de COVID-19, o Ministério da Saúde achou prudente a antecipação da campanha de vacinação, pois caso o paciente vacinado contra gripe apresente sintomas semelhantes ao da COVID-19, automaticamente será solicitado o exame para diagnóstico de COVID-19 e o isolamento do caso suspeito até a confirmação. Vale ressaltar que existem pessoas que são mais vulneráveis ao contagio de COVID-19, sendo estes indivíduos classificados como grupo de risco.

No mundo, os casos de óbitos entre os pacientes com COVID-19 concentram-se em pacientes idosos. Por essa razão, os idosos serão os primeiros a participar da campanha de vacinação da gripe.

 

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começou no dia 23 de março e vai até o dia 16 de abril, ela estará focada apenas em idosos e profissionais de saúde.

 

Fonte:

https://coronavirus.saude.gov.br/
http://www.conass.org.br/consensus/gripe-importancia-da-vacinacao/
https://super.abril.com.br/saude/o-que-faz-a-pneumonia-da-covid-19-diferente-da-convencional/
https://saude.abril.com.br/medicina/campanha-da-gripe-como-tomar-a-vacina-em-tempos-de-coronavirus/

- As opiniões aqui expressas são as do autor e não refletem necessariamente as da Bunzl Saúde. A empresa não assume qualquer responsabilidade por erros nas informações aqui contidas, nem por qualquer dano que possa decorrer do uso delas ou da confiança nelas.