Menu

Pandemia e o impacto na saúde mental

08/09/21

Todos sabem que a pandemia teve um grande impacto na saúde mental da população em geral. E nesse quesito, os profissionais que atuam na área da saúde podem ser considerados os mais afetados. Por serem os que mais estiveram em risco.

Setembro é o mês da campanha que busca prevenir o suicídio, bem como divulgar a importância da saúde mental, chamada Setembro Amarelo. Por causa das grandes mudanças que o mundo vem enfrentando, a iniciativa se torna ainda mais importante.

Para saber um pouco mais sobre os impactos da pandemia na saúde mental é só ler até o final do conteúdo que preparamos.

O que é e como prevenir a síndrome de burnout entre os profissionais da saúde

A síndrome de burnout é quando há um esgotamento profissional. Esse distúrbio acontece quando o profissional se encontra sob estresse extremo e desgaste emocional.

Uma das principais características dessa síndrome é o cansaço e a falta daquele sentimento de realização profissional. Mesmo que essa síndrome possa acontecer com qualquer pessoa em qualquer profissão, os profissionais da saúde estão sendo as maiores vítimas.

Após o início da pandemia, ficaram ainda mais aparentes a crise em todo o sistema de saúde mundial. Isso fez com que os profissionais da área estivessem literalmente em uma zona de guerra, com poucos profissionais para lidar com a crescente lista de pacientes.

Após quase dois anos do início da pandemia, esses mesmos profissionais têm trabalhado por dias a fio, sem chances de descanso. Os que finalmente podem descansar um pouco por causa do avanço da vacinação, precisam se preocupar com as variantes de risco.

Todo esse cenário é o suficiente

Todo esse cenário é o suficiente para abalar a saúde mental, seja profissional da área da saúde ou não. E é exatamente nesse cenário que precisamos tomar cada vez mais cuidado com nossa saúde mental.

Fazer acompanhamento psicológico, tirar um tempo para o descanso e ter contato (mesmo que virtual) com as pessoas próximas se tornam ainda mais necessárias.

Cada uma dessas pequenas coisas pode ser de grande benefício, pois é essencial ter uma boa saúde mental quando tudo parece de cabeça para baixo. Com pequenos passos e cada um fazendo sua parte, logo o mundo voltará a ser como era, ou quem sabe até melhor.

Somos mais resilientes do que pensamos

Mesmo estando cansados (praticamente esgotados), a resiliência é uma dádiva que todos nós possuímos. Tomar cuidado com nossa saúde mental e manter todas medidas de segurança é o melhor que podemos fazer por enquanto.

Manter uma boa saúde física também é importante. Assim evitamos esgotamentos físicos e podemos continuar com as tarefas do dia a dia. Além de cuidar da saúde física, manter um bom relacionamento com a família, mesmo que a distância. Pode ajudar a manter uma boa saúde mental.

Pequenas Coisas

Com pequenas coisas para diminuir o estresse e a ansiedade. Criar uma rotina com tempos específicos para o descanso. A qualidade de vida pode melhorar muito. Uma boa dica para evitar ficar ainda mais estressado é se afastar um pouco das redes sociais.

Tirar um tempo para o descanso, encontrar um hobby ou até mesmo ler um livro. Pode ser uma boa ideia para relaxar e ficar fora das redes por um tempo.

Agora você já sabe um pouco mais sobre todos os impactos da pandemia na saúde mental. Agora é só começar a cuidar melhor da sua saúde para passar por todo esse período tão complicado.

 Acesse o Portal Bunzl Saúde

Siga nossas redes sociais
   /bunlzsaude

 

- As opiniões aqui expressas são as do autor e não refletem necessariamente as da Bunzl Saúde. A empresa não assume qualquer responsabilidade por erros nas informações aqui contidas, nem por qualquer dano que possa decorrer do uso delas ou da confiança nelas.