Esteticista pode aplicar botox? Saiba os procedimentos que o profissional pode realizar

Os profissionais com formação em Estética possuem limitações em relação aos procedimentos que podem realizar ou não. Por isso, entenda o porquê desses limites e saiba se o esteticista pode trabalhar com injetáveis, como é o caso da toxina botulínica.

Um esteticista pode aplicar botox?

Em geral, esses profissionais podem trabalhar com diversos procedimentos voltados aos cuidados com a estética, seja ela corporal ou facial. Mas, só a formação na área não os prepara para trabalhar com tratamentos que envolvem injetáveis, como é o caso:

  • da aplicação de Botox;
  • uso do Ácido Hialurônico;
  • da Harmonização Facial.

Isso acontece porque essas formações não dispõem de cadeiras em sua grade que foquem em procedimentos que envolvam a perfuração de nenhum órgão, mesmo que este seja a pele, na camada da epiderme.

No entanto, surge a dúvida até mesmo nesses profissionais, já que a lei que regulamenta tal atuação não é tão clara. Desse modo, a aplicação de injetáveis, como é o caso do botox, exige muitos cuidados e uma especialização minuciosa, já que se trata de uma toxina.

Vale destacar ainda que a classe está entre as profissões que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendava não trabalhar com tal processo.

Isso porque, mesmo com a permissão dada aos esteticistas pela Lei 13.643, de abril de 2018, para manusear o botox, essa norma não os protege na sua área de atuação. Então, é preciso documentar tudo no seu prontuário, para evitar possíveis problemas com pacientes.

Quais formações permitem o profissional aplicar botox nos pacientes?

É comum encontrar o questionamento em muitos fóruns na internet ou em conversas boca a boca, já que apenas os médicos podiam fazê-lo. Contudo, com a Lei outros profissionais da área da saúde podem trabalhar com a toxina além dos médicos, como é o caso de:

  • Esteticistas e Cosmetólogos;
  • Cirurgiões-dentistas;
  • Farmacêuticos;
  • Biomédicos; e
  • Fisioterapeutas.

Por sua vez, mesmo com essa permissão o profissional deve fazer um curso específico na área. Afinal, a não especialização pode vir a caracterizar um exercício ilegal da profissão.

O profissional também deve pensar na saúde dos pacientes. Isso porque o botox é tóxico e ele atua por meio da paralisação dos tecidos ao entrar em contato com os mesmos.

Nesse sentido, o ou a esteticista precisa saber a quantidade certa para cada paciente. Assim, ele precisa diagnosticar o seu paciente, para só depois conseguir fazer um prognóstico para o caso do mesmo.

É preciso conhecer bem os procedimentos que o profissional em estética pode realizar. Imagem de cottonbro studio no Pexels.

Quais os procedimentos permitidos aos esteticistas?

Você já aprendeu que apenas a formação em Estética não permite ao profissional aplicar botox ou outros injetáveis na pele. No entanto, o mesmo recebe preparo para diversas outras práticas, então veja quais são a seguir e saiba detalhes de cada uma delas.

Consultorias para estética

O esteticista pode realizar consultorias, que funcionam como um diagnóstico de qual tratamento será ideal para o caso em questão do paciente. Por isso, é preciso ouvir bem as pessoas durante esse atendimento.

Tratamentos com microperfurações

A formação em Estética prepara o profissional para a realização de processos que envolvam microperfurações, como é o caso de:

  • Micropuntura;
  • Microagulhamento;
  • Micropigmentação.

Veja a seguir detalhes sobre cada um desses procedimentos.

Micropuntura

Esse é um processo onde o esteticista faz pequenas lesões na pele do rosto do paciente, com ajuda de um dermógrafo, aparelho elétrico que possui agulhas de pontas minúsculas.

Com isso, o resultado é visto de forma natural, já que a pele se regenera devido ao aumento da produção de colágeno, graças às lesões na mesma.

Microagulhamento

O microagulhamento é feito com uso de agulhas de metal e se assemelha bastante com a acupuntura. Mas, essa técnica trata uma área isolada do corpo do paciente, diferente desse outro processo.

Micropigmentação

A micropigmentação é um processo que parece muito com uma tatuagem, já que também usa um aparelho com agulhas para gravar a pele do paciente.

No entanto, o foco deste é preencher as sobrancelhas dos pacientes, fio a fio. Em suma, o processo pode durar de um a dois anos, devido à tinta usada no tratamento.

Procedimentos de estética corporal

O esteticista pode realizar ainda processos voltados ao corpo dos pacientes. Assim, esses processos incluem processos que rejuvenescem a pele, bem como outros que agem com o vácuo para diminuir gorduras localizadas, então veja quais são esses procedimentos:

  • luz intensa pulsada;
  • peelings superficiais;
  • esfoliações e hidratações;
  • criolipólise.

Existem outros processos como massagens modeladoras e uso de mantas térmicas. Por isso, procure alguém especializado na área que você deseja, para ter o melhor resultado possível e eliminar o máximo de riscos que puder.

Estética facial

Os tratamentos de estética facial são cada vez mais buscados pelo público, então os esteticistas podem fazer diversos deles. Então, ele pode fazer os seguintes procedimentos:

  • peeling superficial, pois não usa ácido;
  • limpezas de pele em geral;
  • esfoliação.

Existem mais tratamentos para o rosto, que podem envolver até o uso de máscaras. Além disso, ele pode fazer drenagens linfáticas, extensão de cílios e até focar no design de sobrancelhas, por exemplo.

Tratamentos para casos de cirurgias

O profissional pode ainda atuar em casos de cirurgias, tanto no pré como no pós-cirúrgico. Desse modo, é possível diminuir as marcas das cicatrizes, lesões e até proporcionar que o corpo do paciente fique menos inchado.

O que o esteticista não pode fazer?

O profissional em Estética e Cosmetologia não pode fazer tratamentos de Criolipólise em pacientes de risco ou pessoas com obesidade, além de processos que injetem líquidos, caso não tenha especialização na área.

Por isso, cuidado ao escolher a pessoa que irá fazer esse procedimento sério no seu corpo. É a melhor forma de garantir seu bem-estar.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo anterior

Clínicas de pequeno porte podem contratar agências para cuidar da comunicação?

Próximo artigo

Saiba como fazer o descarte correto de materiais perfurocortantes

Posts relacionados