Menu

Qual a importância da Doação de Sangue?

02/06/21

Porque doar sangue é tão importante?

A doação de sangue é um ato voluntário e altruísta de extrema importância, pois o sangue humano não pode ser fabricado artificialmente. Logo o sangue humano é insubstituível. Um tema de grande importância, sobretudo nessa época do ano, em que há o alerta de diminuição nos estoques dos bancos de sangue de todo o país.

Doar Sangue é um processo simples, rápido e seguro. Em muitos casos, a transfusão de sangue é a única esperança de vida para alguns pacientes. Tem sempre alguém esperando doação. É um procedimento totalmente seguro. O volume coletado é de cerca de 450 ml (padrão internacional), o que representa uma fração muito pequena do total de sangue de um adulto.

Quando doamos sangue, fornecemos um produto essencial para a sobrevivência de um indivíduo. Em algumas situações, a transfusão é inevitável, sendo, portanto, essencial que haja sangue em estoque, o qual é conseguido exclusivamente por doação.

Várias são as situações em que uma pessoa necessita de sangue. Entre as situações mais conhecidas, podemos citar as cirurgias de grande porte, transfusão para pacientes com doenças crônicas, como a doença falciforme e após acidentes graves.

O volume doado é reposto naturalmente pelo organismo em 24h após a doação. O doador não se expõe a nenhum risco de contaminação, pois todo o material utilizado é estéril e descartável. A doação de sangue não engorda e nem emagrece, não afina e nem engrossa o sangue. Não é necessário jejum, porém após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos pede-se um intervalo de 3 horas para iniciar a doação. Não exige mais doações, ou seja, quem doa uma vez, não precisa obrigatoriamente doar novamente.

 

O que necessário para doar sangue?

  • Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);
  • Estar em boas condições de saúde;
  • Pesar no mínimo 50 kg;
  • Não ter consumido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;
  • Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);
  • Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;
  • Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;
  • Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS;
  • Não ter diabetes em uso de medicações;

Antes de o sangue ser disponibilizado para um receptor, é realizada uma triagem do doador. A triagem é feita em três etapas que incluem registro, entrevista e também a realização de exames específicos.

  • Etapa 1- Registro do doador: o doador é cadastrado e é feita sua identificação com o registro de algumas informações básicas, tais como nome, sexo, idade, profissão e endereço. Nessa etapa, o candidato apresenta documento emitido por órgão oficial com fotografia.
  • Etapa 2- Triagem clínica: nessa etapa, são analisados critérios, como peso, a temperatura, a pressão arterial, entre outros. Também é feita uma entrevista, que é completamente sigilosa e visa a identificar, por exemplo, situações em que o sangue do doador possa ter sido contaminado.
  • Etapa 3- Triagem sorológica: nessa etapa, são feitos testes laboratoriais para verificar se o sangue está em condições de ser usado.

O procedimento de doação de sangue é relativamente rápido. Desde o cadastro e triagem clínica até a coleta de sangue, o processo dura em média 40 minutos, ou seja, menos de uma hora.

 

Quais são os exames laboratoriais realizados no sangue doado?

TRIAGEM SOROLÓGICA

  • Hepatite B;
  • Hepatite C;
  • Doença de Chagas;
  • Sífilis;
  • AIDS;
  • HTLV I/II

 

IMUNO-HEMATOLOGIA

  • Determinação do tipo sanguíneo ABO e Rh
  • Pesquisa de anticorpos irregulares.

Os componentes só são liberados para uso transfusional após a execução e a verificação dos resultados desses testes.

 

Para quem vai o sangue doado?

O sangue e os hemocomponentes destinam-se aos pacientes que necessitam de tratamento transfusional, ou seja, aqueles que precisam de sangue em função de doenças do sangue, câncer, tumores, leucemias, ou em função da realização de cirurgias, entre outras enfermidades.

 

Importante:

Os testes descritos são realizados a cada doação, e os resultados são impressos na Carteirinha do Doador.

Caso haja alguma alteração no resultado, o doador será comunicado (a) e talvez seja necessário repetir os exames.

Vale ressaltar, que os testes têm o objetivo de triagem e não de diagnóstico, podendo ocorrer resultados falso-positivos. Assim, o eventual resultado positivo para um ou mais testes não deverá ser interpretado como diagnóstico definitivo. Portanto, não há necessidade de preocupação se você for convocado (a) para uma consulta médica ou para repetição de exame.

 

 Acesse o Portal Bunzl Saúde

Siga nossas redes sociais
   /bunlzsaude

 

 

Fonte:

GSH – doesanguedoevida.com.br

- As opiniões aqui expressas são as do autor e não refletem necessariamente as da Bunzl Saúde. A empresa não assume qualquer responsabilidade por erros nas informações aqui contidas, nem por qualquer dano que possa decorrer do uso delas ou da confiança nelas.